fbpx

Ansiedade, como controlar? Descobre 7 formas de Controlar a ansiedade

Aperto no peito, insónias, incapacidade de relaxar, preocupação com problemas futuros, medo, inquietação e angústia são alguns sintomas psicológicos provocados pela ansiedade.

A ansiedade pode também provocar sintomas físicos como falta de ar, boca seca, sensação de desmaio, taquicardia, ondas de calor, calafrios, tensão muscular, náuseas e outros demais sintomas.

Os dias desafiantes que vivemos, causados por esta pandemia que teima em cá ficar, tem provocado um aumento significativo de pessoas a sofrer destes sintomas. É o teu caso? Tens te sentido ansios@?

A ansiedade atinge habitualmente mais mulheres do que homens. Porém, ao longo da sua vida todos estamos sujeitos a sofrer deste transtorno.

Antes de haver necessidade de recorrer à solução rápida de tomar um comprimido para fazer desaparecer estes sintomas mas que tem consequências negativas para quem os toma), é possível aprender a utilizar ferramentas internas que todos temos para controlar a ansiedade.

É sobre algumas dessas estratégias e ferramentas de controlo da ansiedade que falarei de seguida. No entanto, é importante reforçar que, todas as estratégias que partilharei neste artigo, são baseadas em estudos científicos.

Eu sou licenciada em psicologia e tenho anos de estudo nas leis da física quântica e todas as dicas, soluções e estratégias que partilho são sempre fundamentadas na ciência.

Primeiro de tudo, considero importante reforçar que é perfeitamente compreensível que, perante a conjuntura atual que vivemos, com uma pandemia e concretamente os riscos de contrair o vírus covid-19 a que todos estamos sujeitos, às dificuldades económicas provocadas pela situação que o mundo atravessa, é compreensível que haja um aumento ou agravamento do número de pessoas a sofrer de transtorno de ansiedade.

Vamos então analisar sete estratégias que todos podemos colocar em prática, sem necessidade de adquirir recursos externos para as aplicar.

#1 VIVER NO PRESENTE

A ansiedade aparece quando o nosso pensamento está focado no futuro e não no presente. Ter a capacidade de controlar o nosso pensamento é desafiante. No entanto, com treino e aplicação de algumas dicas que de seguida falarei, é possível treinar o nosso pensamento a estar focado no aqui e no agora.

Quando estamos focados no que nos está a acontecer no aqui e no agora, e a sentir o que no presente acontece, o nosso pensamento não consegue criar pensamentos sobre o futuro. Ora, a ansiedade aparece quando começamos a pensar em situações hipotéticas que poderão (ou não) acontecer no futuro. Sofremos antecipadamente por situações que provavelmente nem irão acontecer.

Para estarmos focados no presente seguem algumas dicas:

a) Concentra-te na tua respiração e respira fundo. Quando nos concentramos numa ação que acontece no aqui e no agora, o nosso pensamento relaxa e não “foge” para criar cenários hipotéticos e negativos no futuro. Cenários que provavelmente não irão acontecer e nos fazem sofrer em vão.

b) Cheira uma fragância. Seja de café, flores, fruta ou algum aroma a que tenhas acesso. Quando nos concentramos no olfato, à semelhança do que acontece quando nos concentramos na respiração, focamos a nossa mente no presente. Um dos aromas que ajuda no relaxamento é a lavanda.

Se tiveres acesso a essência de lavanda, podes aromatizar o espaço em que te encontras com essência de lavanda. De forma a ser mais impactante, podes colocar uma gota de essência de lavanda no pulso e sempre que necessitares de relaxar e concentrar no presente, cheira a lavanda do pulso.

Se estiveres com dificuldades em dormir, podes igualmente utilizar a essência de lavanda de duas formas:

Colocar uma gota de essência de lavanda na almofada para sentir o seu aroma relaxante;

Colocar uma gota de essência de lavanda na palma dos pés.

c) Degusta um alimento e concentra-te no paladar. Tal como o sentido do olfato, a concentração no paladar remete o nosso pensamento para o presente.

d) Escuta uma música que te relaxe ou uma música que te faça dançar e desfrutar do momento. Prestar atenção à audição foca o nosso pensamento no presente.

#2 CONVERSA CONTIGO

Tenta compreender o que te faz sentir ansiedade. Que receios pelo futuro te fazem pensar no pior.

Questiona esses pensamentos.

Afirma que o que te está a preocupar pode nem acontecer.

Afirma que o teu tempo é o bem mais precioso que tens e desperdiçá-lo a pensar em algo que poderá nem acontecer, é um disparate.

#3 GRATIDÃO

Por muito desafiantes que sejam os momentos que vivemos, temos sempre motivos para celebrar a vida e sermos pessoas gratas.

A gratidão é uma emoção muito positiva que faz muito bem à nossa mente, mas também faz muito bem à nossa saúde. Emoções positivas e prósperas como a gratidão, fazem o nosso corpo produzir químicos que são antioxidantes e que fortalecem o nosso sistema imunitário.

Para sermos gratos não basta dizer… é importante sentir.

Sentir a gratidão.

De início pode ser desafiante, mas com o treino as mudanças são significativas.

Por que devemos ser gratos? Por tudo. Pela vida, pelo ar que respiramos, pela casa que nos acolhe, por termos alimentos, por termos mãos, por termos pés e pernas, por termos acesso à internet, por termos as pessoas que amamos, por sermos quem somos… São tantos os motivos pelos quais podemos ser gratos…

Para além dos benefícios na saúde, a gratidão foca a nossa mente nas coisas que nos fazem sentir gratidão. Dessa forma, a mente procurará mais motivos para nos sentirmos gratos. Ao ter este foco, não terá tanta disponibilidade para procurar motivos para sentirmos ansiedade.

#4 PERGUNTAS TRANSFORMADORAS

Quando fazemos perguntas a nós próprios fazemos com que o nosso eu interior, uma das partes da nossa mente, procure respostas. Ao fazermos perguntas transformadoras, estamos a entrar em contacto direto com a nossa intuição. Ao seguirmos esta rotina, respostas surpreendentes poderemos obter.

A nossa mente é o maior mistério do universo e a sua capacidade é absolutamente extraordinária. Fazermos com frequência perguntas poderosas ou transformadoras a nós mesmo, poderemos obter respostas absolutamente magnificas.

O que perdes pior experimentar? O que provavelmente escutaste em criança ou mesmo na idade adulta, que “quem fala sozinho é tolinho”, em nada é verdadeiro. Sabermos conversar connosco demonstra uma grande sabedoria e desperta em nós capacidades e competências que provavelmente eram desconhecidas.

Podes estar agora a perguntar: “mas o que são perguntas transformadoras?”

Perguntas transformadoras são perguntas abertas, em que não há resposta formada. Seguem alguns exemplos:

 – O que posso fazer para me sentir melhor?

 – Como posso ficar mais tranquila?

 – O que posso eu fazer agora que me faça sentir mais relaxada?

 – O que posso fazer para ter pensamentos positivos?

 – O que posso fazer para solucionar este problema?

Estes são apenas alguns exemplos de perguntas que nos podem transformar. Perante o desafio que enfrentamos, podemos fazer perguntas que foquem a nossa mente procura de solução.

#5 MANTRA

A leitura de um mantra com regularidade ajuda-nos a focar a nossa mente em pensamentos positivos. Desta forma, diminuímos a frequência de pensamentos sobre o futuro que potenciam os sintomas de ansiedade.

Mantras são frases fortalecedoras que nos ajudar a acreditar em algo positivo para nós. Ajudam-nos a transformar crenças bloqueadoras e a criar crenças fortalecedoras. Existem diferentes tipos de mantras. Mas se quiseres ter acesso a um mantra fortalecedor e bastante eficaz nos casos de ansiedade, comenta abaixo e terás acesso gratuito a um link para poderes descarregar um mantra perfeito para te ajudar a controlar e diminuir a ansiedade.

#6 DISCURSO POSITIVO

Sem nos apercebermos somos rodeados de ambientes negativos que proporcionam e intensificam problemas como a ansiedade. Contrariar a influência negativa do meio que nos rodeia pode ser desafiante, mas é possível.

O que nos rodeia de negativo? Quase tudo. As notícias que escutamos, os programas que dão na televisão, os próprios filmes e sérias são na maioria das vezes focados em acontecimentos negativos.

Desde que nascemos fomos formatados por palavras e discursos negativos. Ora, o que te proponho é tentares falar de forma positiva. Como? Transformando o vocabulário que regularmente utilizas.

Já te apercebeste da quantidade de vezes que dizes a palavra não?

Já te apercebeste que dizes com facilidade palavras negativas e como terrível, péssimo, desastroso, horrível ou aterrador?

Já te apercebeste que quando algo muito bom acontece tens menos facilidade de dizer palavras com grande intensidade positiva como maravilhoso, fantástico, magnífico, extraordinário. Soberbo ou excelente?

É importante falarmos de forma positiva e de preferência com forte intensidade. É igualmente importante evitar palavras negativas e de preferência não utilizar palavras com grande intensidade negativa. Isto porque a nossa mente guarda na memória mais facilmente acontecimentos com forte carga emocional. Se utilizarmos com frequência palavras de forte carga emocional negativa, a nossa mente terá tendência a valorizar mais facilmente acontecimentos negativos. Se utilizarmos palavras com forte carga emocional positiva as memórias serão mais positivas e a mente terá mais propensão para procurar acontecimentos positivos. Este pormenor, quando aplicado com regularidade, vai ajudar a diminuir a criação de pensamentos negativos focados no futuro e dessa forma diminuirá a tendência a momentos que gerem ansiedade.

Uma outra atenção que devemos ter em conta, as palavras que dizemos. Por exemplo, em vez de dizer “eu sou ansiosa” podemos dizer “eu tenho de ficar mais relaxada”.  A mensagem é a mesma, mas a nossa mente fica focada em tranquilidade ou serenidade e não em ansiedade.

#7 DECIDE QUEM QUERES SER

Apesar de ser a última dica deste artigo, é a mais importante de todas. Decidirmos que desejamos ser é essencial para controlarmos a nossa ansiedade.

Quando tomamos decisões com convicção de quem decidimos ser, nada nem ninguém pode interferir com isso. Exceto o nosso maior inimigo – nós mesmo. Sim, nós somos o nosso maior inimigo. Por isso é muito importante decidirmos quem queremos ser.

Se decidirmos ser pessoas tranquilas, serenas, felizes e abundantes, só nós nos podemos desviar desse caminho.

Se te comprometes em ser uma pessoa serena e tranquila, e algo desconcertante acontece, podes sempre fazer diferentes perguntas transformadoras.

Quem decides ser?

Como podes ser uma pessoa serena?

O que podes fazer para te manteres confiante e feliz?

Como podes fazer para ser abundante?

Estes são alguns exemplos de perguntas que podes fazer para seres quem decides ser: feliz e abundante.

Quem é abundante, é em tudo. No amor, no dinheiro, na saúde, na tranquilidade, na compreensão, na amizade e na felicidade. Ou seja, em tudo que é importante para seres feliz e abundante.

Para além de todas as explicações sustentadas na psicologia, muito rapidamente vamos analisar na perspetiva das leis da física quântica.

Na lei da atração é afirmado que tudo o que pensamos, sentimos, dizemos e fazemos, atrai mais acontecimentos idênticos. Ou seja, se dizemos coisas negativas, segundo a lei da atração da física quântica, iremos enviar energia negativa e o universo irá colocar na nossa vida mais acontecimentos que nos façam sentir coisas negativas.

Imagina que a tua vida é um jardim. Quando semeias sementes de plantas que desejas, vão crescer no teu jardim as plantas cujas sementes semeaste. Se plantares sementes de plantas que não queres no teu jardim, o que achas que vão nascer?

A ansiedade é uma perturbação que mesmo antes dos tempos desafiantes que vivemos, era já um desafio enfrentado diariamente por muitas pessoas. O fácil é recorrer à medicação, mas é possível aprender a utilizar o nosso pensamento, a nossa mente e o nosso poder interior para controlar a ansiedade.

Hoje, mais do que nunca, temos de focar o nosso pensamento e a nossa mente nas coisas positivas. A imunidade também pode ser fortalecida (ou prejudicada) com os nossos pensamentos.

Ajudar as pessoas a serem felizes e abundantes é a minha missão de vida.

Escrevi este artigo com o desejo de poder ajudar alguém que esteja a precisas de ajuda para controlar a ansiedade.

Faz sentido o que leste? Se tiveres alguma dúvida, entra em contacto comigo.

Se quiseres ter acesso ao link para descarregar o mantra, comenta abaixo. Se conheceres alguém que esteja a sofrer com ansiedade, partilha o artigo.

Desejo-te um dia maravilhoso e lembra-te: tu mereces ser feliz e abundante.

A tua mentora

20 thoughts on “Ansiedade, como controlar? Descobre 7 formas de Controlar a ansiedade”

  1. Márcia,
    Muito grata pelos seus conselhos
    desconhecia a importância da lavanda e cheirar algo com um bom cheiro.
    Um beijo,
    Sofia

  2. Maria da Luz Marta Alves

    Exlente artigo sobre a ansiedade! E o efeito do lavanda adoro! Sempre a ajudar. Eu gostava de receber o mantra. Adoro mantras! Grata

  3. Guardei este artigo para ler num dia em que necessitasse de “ouvir” bons conselhos e de me reposicionar. Hoje foi o dia. Grata por este texto, tudo o que dele retiramos e muito mais. Ler-te pode mudar o dia ou até impulsionar à mudança de vidas.
    Gratidão imensa

    1. Muito obrigada querida Filomena, é sempre muito gratificante saber que estás desse lado. Perceber que o que escrevo vos faz sentido é sempre maravilhoso. Muito obrigada pelas tuas palavras. Beijinho e um dia muito feliz!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *