fbpx

✏️ Eu nasci numa família pobre…

✏️ Eu nasci numa família pobre…

E a falta de confiança que sentia em mim foi causada por muitas das experiências que tive em criança e na adolescência…
Sim, eu sempre sofri de baixa autoestima e sentia uma enorme falta de confiança em mim mesma…

Claro que nascer numa família humilde, só ter dois pares de calças para vestir e outros episódios de escassez dificultaram, mas foi muito mais do que isso…
Viver num apartamento muito pequeno, com apenas um quarto, uma sala, uma cozinha em que só cabiam e mal duas pessoas, uma casa de banho e em que viviam 5 pessoas… não era fácil…
Lembro-me que no final do meu 6º ano houve uma viagem de finalistas ao zoo de Lisboa em que iam ver os golfinhos, e eu sempre adorei o mar e os animais e nunca tinha visto golfinhos adorava ir, e eu nem sequer falei nisso aos meus pais…
Claro que não fui…

Ter professores a dizer que adoravam conhecer a minha mãe para lhe dar os parabéns porque eu era mesmo boa aluna e boa menina, e ter uma mãe que simplesmente não ia às reuniões da escola deixava-me triste…
Claro que com apenas 10 anos, no final da quarta classe, no nosso tempo era assim que se chamava, eu tinha que andar a correr as ruas do Porto sozinha para levar e trazer documentos para assinar porque fiz sozinha a minha matrícula… a minha aprendizagem só podia depender de mim… ninguém queria saber…

Estudei numa escola onde a maioria dos alunos viviam em famílias com uma estabilidade económica diferente da minha, os meus amigos tinham condições que eu não tinha e sempre geri bem isso…
Nunca fui mais infeliz por isso, exceto quando uma vez um grupo de “amigas” me excluiu do grupo, porque eu não vestia as roupas de marca que elas vestiam…
Foi uma humilhação pública…

Apesar de tudo isso, e muito muito mais, eu nunca me queixava…
E não me queixava porque, aos nove anos vivi algo que transformou a minha vida para sempre…
E desde esse momento eu aprendi que não merecia mais.
Tudo o que nos acontece na nossa história não tem de nos condicionar…
Não é forçosamente o molde para a nossa vida…
Nós podemos escolher ser diferente.
Nós podemos mudar…

Eu transformei a minha vida quando escolhi e decidi quem queria ser.
Quando entrei em ação e fiz a minha transformação.
Tal como eu, todas as pessoas podem mudar.
Não é tão complicado e difícil como tu podes pensar que é…
Mas claro que é importante saberes o que fazer e teres a orientação certa…
Para tu conseguires, é necessário queres mesmo transformar a tua vida para melhor…

Pensa na lagartixa…
Antes andava a rastejar pela terra e o seu campo de visão era limitado…
Para ser borboleta tem de fazer o casulo e passar pelo processo de transformação…
Depois passa a voar…
Passar a ser livre…
O seu campo de visão passa a ser completamente diferente…
Abundante…
E com uma nova perspetiva…

A tua decisão é, queres ser lagartixa ou querer aprender a voar e ser borboleta?
Faz sentido?

👉 Deixa o teu comentário.

Tem um dia maravilhoso e sê feliz!

Márcia Melo, a tua mentora
Psicologia, Coaching e Física Quântica (Lei da Atração)

PS – Acorda todos os dias com motivação, alegria e energia com a ajuda deste e-book grátis https://psic.marciademelo.com/7-estrategias-chave-para-seres-mais-feliz

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.