fbpx

Há alguma coisa que te bloqueie?

Andas a viver uma vida assim assim? Lê até ao fim e diz-me se faz sentido para ti…

Quando falo em bloquear, refiro-me a alguma coisa que te impeça de seres quem tu gostavas de ser.

Fazeres o que gostavas de fazer…

Enfim, viveres a vida que gostavas de viver.

Muitas vezes sabemos que a vida que estamos a viver não é aquela que gostaríamos e o pior que podemos fazer é contentarmo-nos com menos do que podemos viver, ser e ter.

Quantas pessoas se andam a contentar com uma vida assim a assim?

Quantas pessoas andam à deriva sem saber que caminho devem seguir e se deixam andam assim a sobreviver quando podiam assumir o comando da sua vida e viveram a vida que desejam?

Quantas pessoas acordam sem energia e infelizes e continuam a seguir com a sua vida sem nada mudar e nada fazerem para melhorar os seus dias?

Quantas pessoas continuam infelizes nos seus trabalhos mas nada fazem para mudar essa realidade?

Quantas pessoas vêm a vida a passar e têm a sensação de que não estão a viver a vida que gostavam de desfrutar?

Isto acontece porque uma das coisas mais desafiantes para o ser humano é sair da sua rotina, é sair da sua zona de conforto.

E porque é desafiante?

Porque a nossa mente está programada para nos proteger e por esse motivo, poupar a nossa energia. Ela boicota sempre as nossas ações pois percebe que vamos fazer algo que requer mais energia…

Sairmos da nossa rotina, dos nossos hábitos, requer gastarmos mais energia e isso faz com que a mente trabalhe contra nós…

Pode parecer estranho, mas é verdade.

A tua mente é o teu maior inimigo por este motivo.

A tua mente não gosta que tu faças coisas diferentes… Já te aconteceu ouvires aquele voz que te diz: “e se falhas?”; “e se te criticam?”; “e se corre mal?”

Para além da nossa mente trabalhar contra nós, depois existem todos os bloqueadores que nos condicionam…

Bloqueadores que desde que nascemos vão sendo adicionados em nós, condicionando as nossas ações.

Bloqueadores que agem no nosso subconsciente e nem nos apercebemos.

Os medos, crenças, falta de confiança em ti, medo do futuro, autossabotagem, medo da crítica, insegurança, foco na escassez, tristeza, ansiedade ou simplesmente o procrastinares…

Podia continuar a enumerar os diversos bloqueadores que podem existir, mas o maior bloqueador és mesmo tu.

Sim, tu.

Nós somos o nosso maior inimigo e bloqueamo-nos constantemente.

Em 2018 eu vivi um dos momentos mais difíceis da minha vida.

Eu era a minha maior inimiga e nem sabia…

Não sabia e tinha obrigação de saber. Com os anos de estudo, formação académica em psicologia, e tudo o que tinha aprendido, deveria ter percebido…

Foi preciso ir numa viagem a Itália, assistir a palestras de oradores milionários que explicavam o que faziam para do nada se tornarem milionários e realizados na vida para eu compreender o que andava a fazer mal…

Na verdade todos somos diferentes e temos as nossas próprias histórias, mas os erros que cometemos são sempre muito parecidos…

Embora sejamos pessoas diferentes, embora as realidades sejam distintas, as falhas têm a mesma essência…

Eu explico melhor….

Lembro-me que nessa altura eu acordava a pensar: “e agora, o que faço mais?”

Fartava-me de trabalhar e as coisas pareciam que não evoluíam.

Sentia-me sem forças, triste, sem energia e o prior de tudo, estava a perder a confiança em mim e nas minhas capacidades.

Já duvidava das minhas competências.

Eram muitos os dias em que só me apetecia chorar e nada fazer…

Eu estava em conflito comigo própria, e vencia quase sempre a parte de mim que era a minha inimiga.

E tu, já te sentiste assim?

Duas pessoas recentemente fizeram-me recordar de mim em 2018…

Antes de fazer a viagem que mudou a minha vida e antes de tomar a decisão mais desafiante que tomei até hoje: decidi quem queria ser.

Pensa assim, estes bloqueadores são como que as tuas raízes…

Imagina que tu és uma árvore… São as raízes que determinam o tipo de árvore que és e o tipo de frutos que vais dar… Se tens raízes bloqueadoras, sem mudar as raízes não vais conseguir fortalecer a tua árvore.

Agora, é desafiante mudar bloqueadores? Sim, claro que sim. Vais ter de te desafiar a criar novas rotinas…

Vais ter de aprender a comunicar contigo mesmo. Mas vai valer a pena…

A maioria das pessoas anda a contentar-se com a vida que tem…E isso não faz sentido.

A vida passa, o tempo nunca para.

Porquê viveres em modo de piloto automático, em modo de sobrevivência quando podes viver ao máximo e desfrutar da vida feliz e abundante que desejas?

Nos dias de hoje são tantas as pessoas que acordam sem energia, que sofrem de ansiedade, que sofrem de depressão, que vivem insatisfeitas com a sua vida profissional, com o seu relacionamento ou simplesmente sentem-se sem rumo.

Porquê continuar assim se podemos melhorar a nossa vida?

Porquê continuar neste modo de sobrevivência quando é possível sermos ainda melhores?

Não desistas de criar a vida que tu desejas.

Não desistas dos teus sonhos.

Não adies de viver a tua vida.

A vida deve de ser celebrada todos os dias e deves de sentir diariamente gratidão por tudo o que te rodeia… Acredita, tens muitos motivos para te sentires grata e celebrares. Quando vivemos focados no negativo, é desafiante ver o lado positivo mas ele existe…

Acredita. Tem fé de que não há impossíveis. Cria em ti e na melhor versão de ti mesma. SÊ o Cristiano Ronaldo da tua vida.

Faz sentido para ti? Sobre que bloqueador gostavas que falasse?

Escolhe sempre ser feliz e abundante!

Um beijinho

Márcia Melo, a tua mentora.

PS: Aqui tens um vídeo que pode fazer sentido para ti, Queres ser vitima ou vencedora?

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *