fbpx

✏️ Isto já te aconteceu?

✏️ Isto já te aconteceu?

Deixares de fazer alguma coisa por medo das críticas ou medo de falhar?
Tenho andado a pensar sobre isto por causa de uma coisa que me tem acontecido.

Antigamente eu deixava que o medo de ser criticada ou mesmo o medo de falhar me bloqueassem…
Sabes… deixar de fazer algo com medo de que corra mal e falhemos era algo que me impedia muitas vezes de fazer coisas diferentes…
Ou então quando alguém criticava e não gostava de algo que eu fazia, acabava por condicionar as minhas ações
Eu antes era assim… E tu já sentiste isso?

Perguntas como:
E se corre mal e não resulta?”
O que vão dizer se eu fizer isto?
O que poderá acontecer se correr mal ou não gostarem…

Estas e perguntas como estas são bloqueadoras.
Agora coloco em prática aquilo que passei a ensinar às minhas alunas…
Falhar não é um problema, é uma aprendizagem.
É uma forma de aprender o que não devemos fazer…
Conheces alguém que tenha começado a andar em bebé e que nunca tenha caído?
Pois não conheces não…
Não importa se falhamos, importa sim o que fazemos a seguir: levantarmo-nos e fazer de forma diferente até conseguirmos.

Quando um colaborador de Thomas Edison um dia foi ter com ele e disse: “Senhor, é melhor pararmos com esta experiência pois já falhamos 700 vezes…
Sabes o que Edison respondeu? “Falhamos???!!! Claro que não falhamos. Nós já descobrimos 700 formas que não funcionam para criar a lâmpada.”
Pois, e depois fez-se luz. Edison criou a primeira lâmpada porque não desistiu.
Contudo não é só o medo de falhar que nos bloqueia, o medo da crítica também bloqueia.
Imagina que antes de eu aceitar O desafio de escrever todos os dias um email, escrever do coração, sem correções ortográficas nem planeamento…
Imagina que o medo da crítica me tinha bloqueado?

Claro que eu também tive aqueles pensamentos do género de: “E se as pessoas não gostam dos meus emails? E se me acham chata por enviar todos os dias um email?” Ainda por cima eu gosto de escrever e envio sempre emails longos…
Nem imaginas a quantidade de respostas que tenho recebido.
Fico de coração cheio sempre que recebo uma resposta de agradecimento ou a contar que o que escrevi ajudou alguém em determinado momento…
Afinal a minha missão de vida é ajudar as pessoas a sorrirem mais nos seus dias. É ajudar pessoas descobrirem que podem comandar a sua vida e serem felizes e abundantes.
É ajudar pessoas a acordarem todos os dias com motivação, alegria e energia…
Então, porque deveria eu deixar de aceitar o desafio de escrever um email todos os dias por causa do medo da crítica?

Sabes, na verdade já recebi uns emails enviado por uma pessoa a fazer críticas duras à forma como escrevo, exponho as minhas ideias e questionando até as minhas habilitações…
Confesso que de início fiquei triste, e pensei:
Porque é que alguém que não gosta do que faço se dá ao trabalho de me enviar emails?
Porque perde alguém o seu mais valioso bem que é o seu tempo com alguém de quem não gosta?

Durante uns segundos perdi tempo com esta reflexão.
Porém, depois lembrei-me de algo que o meu mentor de marketing costuma dizer:
No marketing só tem verdadeiramente impacto e marca pela diferença quem tem quem goste de si, e quem a odeie. Passar indiferente é que nunca deve acontecer!
Quando relembrei o que ele, um dos maiores especialistas em Marketing de Portugal e que circula entre os melhores do mundo, sorri. Afinal, eu já não passo por ser indiferente e tenho quem não goste de mim.

👉 Faz sentido para ti?
Mais uma vez obrigada por estares desse lado e continuares a acompanhar-me na leitura destes artigos. Sem vos ter desse lado deixam de fazer sentido.
Já sabes, responde-me sempre que quiseres, pois adoro receber o teu feedback e faço questão de ser sempre eu a responder…

Tem um dia maravilhoso e sê feliz!
🍀 Márcia Melo, a tua mentora
Psicologia, Coaching e Lei da Atração

PS – Já fazes parte da minha lista VIP e gratuita do Whatsapp? Aqui tens o link GRATUITO: https://bit.ly/listavip_marciamelo

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.