fbpx

✏️ Onde anda o teu foco?

✏️ Onde anda o teu foco?

Sabias que a tua mente não consegue estar atenta a todos os estímulos que acontecem à tua volta, certo?
Então, o que acontece? Ela “vê” o que está enquadrado nos estímulos em que andas focada…

Por exemplo:

• A maioria das pessoas anda focada no que não tem ou no que gostaria de ter…
Quando o teu foco está no que gostavas de ter, significa que está focada na escassez… No que te falta. No que não tens. Quando assim é a tua mente vai gerar emoções negativas involuntárias… Sentes falta de algo apenas porque te focas no que gostavas de ter…
A solução é focares-te sempre nas coisas pelas quais tens motivos para sentir gratidão e aprender a dizer muitas vezes obrigada…
Obrigada era a palavra que Albert Einstein dizia cem vezes por dia quando acordava…

• A maioria das pessoas está mais focada no que pode receber em vez de dar…
Vivemos numa sociedade que está sempre focada no seu umbigo. Sim, no seu próprio umbigo. Não quer saber dos outros, nem daqueles que os ajudam e lhes fazem bem. Esta sociedade preocupa-se com os seus interesses, com o que quer receber e nunca com o que quer e pode dar…
Ao fazer isso, mais uma vez o foco está na escassez. Quando o foco está no que queremos receber significa que não sentimos abundância, sentimos falta.
Para inverter este cenário começa por olhar para os outros e pensar no que podes dar… Quando o foco está em dar, significa que estás com pensamentos abundantes. Podemos dar tempo, atenção, alento e tantas coisas que nem dinheiro custam…

• A maioria das pessoas assume que merece algo sem nada ter feito para merecer…
Quantas e quantas pessoas dizem e pensam tantas vezes nesta expressão de “mas eu mereço…” quando gostavam de ter recebido algo que não receberam… Mais uma vez o foco está na escassez. As pessoas habituam-se com facilidade às coisas e consideram-nas suas sem elas serem…
É fácil, tão fácil andarmos focados na escassez e esquecermos o que de bom nos fazem… Partimos do princípio que merecemos e damos algo por adquirido… Isso é o contrário de ser abundante. Isso é praticar a escassez… E escassez está em tudo, no dinheiro, no amor, na saúde, na felicidade… está em tudo.

• A maioria das pessoas cobra dos outros sem pensar no que ela pode dar…
O foco desta sociedade está sempre no que o outro “tem” de dar… Isso é pensar com escassez… O nosso foco deve de estar sempre no que eu posso fazer para ajudar… No que eu posso dar… Quando nos focamos em nós estamos a ser abundantes e estamos genuinamente e no único caminho de com sucesso encontrar soluções…

• A maioria das pessoas anda focada nos seus interesses em vez de se focar nos interesses das pessoas que a rodeiam…
Infelizmente a maioria das pessoas é assim. Quando o foco está sempre virado para o nosso umbigo, vivemos com escassez. Quando o nosso foco está sempre virado para os nossos interesses, significa que quem está ao comando do teu navio que é a tua vida, não é o teu eu interior, mas o teu duende, o teu maior inimigo…
Cria o hábito de olhar à tua volta e perceber como podes ajudar e melhorar o que te rodeia… Olha à tua volta e pensa, como posso eu ajudar as pessoas? Muitas vezes nem são precisos grandes gestos. Por vezes um sorriso, um elogio inesperado, uma palavra de carinho pode iluminar a vida de alguém.

• A maioria das pessoas tenta tirar benefícios das situações sobre os outros….
Isto é tão frequente… Nas relações pessoais, profissionais, de amizade, familiares, há sempre quem tenta tirar benefício sobre os outros e quando isso acontece, mais uma vez quem tem o foco no benefício sobre os outros está com foco na escassez…

Eu podia continuar a enumerar os muitos erros cometidos quando falamos de foco na escassez e na abundância. Há quem considere que abundância é uma palavra muito abrangente…É verdade.
Mas isso acontece porque o foco da maioria das pessoas que estão à nossa volta são pessoas que apenas olham aos seus interesses… E quando isso acontece, elas não veem as oportunidades que estão à sua volta.
Quando o foco está na escassez, as pessoas não percebem as coisas fantásticas pelas quais deviam sentir gratidão.

Eu digo muitas vezes às minhas turmas que de nada adianta praticar a gratidão como rotina diária de manhã e/ou à noite, se depois durante todo o resto do dia os seus pensamentos, palavras, emoções e ações são focadas na escassez…
Agora se me perguntares, mas se todos à nossa volta andam focados na escassez, como é que eu faço para andar focada na abundância?
Pois, essa é a verdadeira questão e desafio. Por isso é tão importante estarmos rodeados por pessoas e uma comunidade que siga os princípios que queremos seguir…
Foram demasiados anos a viver com foco na escassez, mas quando se experimenta viver com foco na abundância, mesmo com falhas e intermitências, facilmente identificamos a transformação que é visível aos olhos de todos.

Olha sempre à tua volta e imagina como seria a tua vida sem tudo isso que te rodeia… Não dês nada por adquirido porque nada é…
Olha à tua volta e vê quantas catástrofes acontecem, acidentes, coisas que são resultado da vida a acontecer…

Sê uma pessoa grata e sorri por tudo o que tu és.
A única coisa que tens garantida é o aqui e o agora, bem como a pessoa que crias a cada momento. É sempre uma escolha tua. Ou tu comandas a tua vida, ou és comandada pelo teu duende…
Viver em escassez é viver em modo automático. Não é viver, mas sobreviver…

👉 Desfruta e mesmo perante os problemas, sorri e foca-te nas soluções.
A vida é demasiado valiosa para a desperdiçares…
Faz sentido para ti?
Deixa o teu comentário.

Tem um dia maravilhoso e sê feliz!

🍀 Márcia Melo, a tua mentora
Psicologia, Coaching e Física Quântica (Lei da Atração)

PS – Já fazes parte da minha lista VIP e gratuita do Whatsapp? Aqui tens o link GRATUITO: https://bit.ly/listavip_marciamelo

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.