fbpx

Sem forças para viver assim… E agora???Uma história real onde a Força interior vence

Um casamento marcado pela tristeza, indiferença e alguma violência levaram uma mulher, Maria, adulta, mãe de dois filhos, a não ter forças para viver. Tinha perdido a esperança por viver uma vida melhor. Sentia-se nova demais para ver a vida a desaparecer submersa em mágoa, ressentimento e lágrimas.

Dependia economicamente do marido e tinha um filho menor a cargo. Vivia uma tristeza tão profunda que o brilho o seu olhar estava baço de tanto chorar.

Sentia-se sem forças, com uma angústia profunda. Vivia focada na escassez de quem dependia do marido para viver. Trabalhava mas o que ganhava para pouco dava. Não tinha segurança financeira, forças ou energia para dar um novo rumo à sua vida.

O desejo de viver uma vida rodeada de amor, de ser amada e valorizada existia. Porém, já fazia parte de um sonho lá muito escondido que parecia ser impossível de acontecer.

Certo dia, enquanto vagueava pelas redes sociais, encontrou uma oradora licenciada em psicologia que prendeu a sua atenção.

Essa especialista, licenciada em psicologia e que falava das leis da física quântica, Márcia Melo, dizia que acreditava que todos podiam ser felizes e abundantes. Dizia também que o primeiro passo para viver a vida abundante era tomar essa decisão. Ao escutar essas palavras, algo mudou. Essas palavras prenderam a sua atenção. Com essas afirmações uma luzinha no fundo do túnel apareceu.

A Maria passou a estar atenta às publicações de Márcia Melo e aos seus vídeos e diretos. Afinal era alguém com uma licenciatura em psicologia e esse facto deu-lhe segurança para a escutar.

No passado, quando era ainda menor de idade, a sua filha tinha sido acompanhada por uma psicóloga que tinha impactado a sua vida. Decidiu então estar atenta e escutar o que a Márcia Melo tinha para dizer.

As suas palavras fizeram iluminar uma centelha de esperança. Será que é mesmo possível criar a vida dos nossos sonhos? Perguntava-se.

Nessa altura, decidida como sempre tinha sido, até se sentir no fundo do poço sem boia, corda ou alguma ajuda para dela sair, enviou uma mensagem à especialista, a perguntar se podiam falar por telefone.

Foi uma longa conversa. Entre muitas lágrimas e soluços, desabafou o que lhe andava a sufocar o coração. Contou tudo o que lhe ia na alma. Chorou durante muito tempo e contou o que nunca antes tinha sido contado.

Dor, sofrimento, indiferença, amargura e falta de realização era o que sentia. Quis compreender como poderia cria a vida que desejava: feliz e abundante. Queria perceber como criar um plano de vida iria mudar a sua vida para sempre.

Não tinha estabilidade nem reconhecimento profissional. Não tinha dinheiro. Vivia um casamento infeliz. Não tinha nada em seu controlo e tudo parecia estar cada vez pior…

Nessa chamada telefónica, descobriu ter encontrado a mentora que a ia ajudar. Desligou a chamada com esperança. A acreditar num futuro melhor. Percebeu que tinha muito a mudar e transformações sérias teriam de acontecer.

Queria estar livre de um casamento infeliz. Queria ter independência financeira para poder viver sem depender de ninguém. Queria ser feliz para poder acompanhar os seus filhos e desfrutar a vida como ela deve ser vivia. Com felicidade e abundância.

Iniciou o programa online “Cria o teu Plano de Vida”. Logo nas primeiras aulas começou a implementar todas as mudanças que a Márcia Melo lhes dava. Com o acompanhamento diário na comunidade exclusiva das alunas, sentia de dia para dia o entusiasmo pela vida a reaparecer. Nas aulas em vídeo escutava atentamente todos aqueles ensinamentos que quando aplicados faziam a diferença… Nas aulas semanais com a mentora bebia as suas palavras e constatava como a sua vida estava a mudar… Essa mudança era devida exclusivamente a si. Pelo facto de ter tido a coragem de assumir o comando da sua vida, e ter decidido deixar de se sentir uma vítima, para passar a se sentir uma vencedora, uma conquistadora.

Encontrou na turma de alunos com quem partilhava as aulas (online) uma comunidade de apoio, em que todos tinham o mesmo objetivo: serem felizes e abundantes.

Aprendeu que vivia com o pensamento focado no que não queria para a sua vida. Aprendeu a ver a sua vida como um jardim em que a única jardineira que cuidava dele, era ela própria.

Passou a cuidar, estimar, regar, plantar, e a decorar o seu jardim com foco e atenção. Afinal, esse jardim era a sua vida…

Compreendeu todo o poder interno que todos temos, mas também uma grande lição. Conheceu a sua maior inimiga: ela mesma.

A Márcia Melo foi insistente com ela e incentivava-a a assumir o comando da sua vida. A escolher ser feliz e abundante.

Pequenas mudanças foram acontecendo logo de início. Passou a sorrir mais. Passou a fazer exercício físico caminhando e desfrutando de pequenos prazeres que a vida nos proporciona. Mudou a forma de pensar, a até a forma de falar mudou.

Porém, para seguir com a sua vida e libertar-se do casamento que a estava a afundar emocionalmente era essencial mudar profissionalmente e agir. Foi desafiante mas foram provas superadas. Quando decidiu que era o momento de dar esse passo, arranjou um emprego estável que ama fazer. É reconhecida, valorizada, competente no que faz e alcançou a segurança financeira que desejava.

Contudo, para viver a vida abundante que decidiu viver, tinha que encontrar uma solução para a situação financeira, encontrar um plano b. Já o tinha na verdade, mas nada fazia para tirar proveito financeiro dele. Foi desafiante dar os primeiros passos. Sair da rotina é sempre desafiante. Mas conseguiu.

Enfrentou o seu duende, os seus medos e crenças e arregaçou mangas e fez acontecer.

Mudanças significativas aconteceram na vida da Maria. O casamento infeliz terminou.

Aconteceu uma mudança até na relação com o ex-marido. Passou a ser uma relação saudável, de bem-querer, de quem tem filhos em conjunto e uma história juntos. De mágoa, ressentimento e sofrimento, existe agora compreensão, estima e afeto.

Passou a existir amor na vida da Maria. A pessoa mais importante da sua vida passou a ama-la. A Maria passou a amar-se a si mesma. Ao descobrir este amor, passou a espalhar amor por quem a rodeia.

Trabalha e é reconhecida pelo excelente trabalho que desempenha ao chefiar uma equipa de cozinha de uma escola. Está com crianças e adora. Cuida dos outros numa competência que lhe é muito querida: cozinhar.

Depois de muitos anos parada num negócio de representação de produtos de cosmética, hoje ajuda mulheres a resgatarem a sua autoestima cuidando mais de si. Ganha um dinheiro extra para viver a vida abundante que deseja.

Acorda diariamente muito cedo e vai caminhar e fazer exercício, cuidando de si e reservando esse momento para ela própria.

Ser feliz e sentir-se abundante passou a ser a sua forma de estar.

A Maria passou de um estado profundamente triste, sem gosto pela vida, sem esperança, sem rumo e sentindo-se no fundo do poço, quase a desistir de viver, para um estado em que se sente uma mulher feliz. Está realizada profissionalmente, é abundante e tem sucesso no que faz. Ganha dinheiro e espalha sorrisos e alegria por onde passa.

No seu coração, no lugar da tristeza e angústia, passou a existir amor. As lágrimas foram substituídos por gargalhadas. O sorriso passou a fazer parte da sua imagem.

Depois de ter vivido um casamento infeliz e com muitos momentos de angustia profunda, hoje mantem uma relação saudável e positiva com o pai dos seus filhos. Hoje conseguem manter uma relação de amizade que durante o casamento não havia.

Hoje a Maria ama-se. Encontrou o amor da sua vida, o dela. Poderá refazer a sua vida afetiva ou não, as conquistas que ela tinha decidido fazer já as alcançou.

Hoje a Maria é feliz e abundante.

Mudar mesmo quando estamos infelizes ou vivemos em escassez é desafiante. Mudar para o desconhecido, mesmo que pareça que vá ser melhor, requer energia, mudanças e essas são sempre desafiantes. Mas vale a pena. Vale a pena desfrutar da vida e vivermos felizes e abundantes.

Todos temos a capacidade de gerir as nossas emoções e aprendermos a focar a nossa vida no que desejamos. Todos podemos escolher quem desejamos ser.

A Maria fez a sua escolha e mudou. Todos podemos escolher ser felizes e abundantes. Não existem impossíveis, apenas os que determinarmos como tal.

Escolher ser feliz. Escolher viver em abundância.

Esta história pode ser de qualquer um de nós. Tem como missão inspirar pessoas que estejam a precisar de saber que pode ficar tudo bem… Todos temos a capacidade interior de mudar. A Maria deu o primeiro passo quando decidiu aceitar ajuda e procurou no CRIA encontrar a orientação que lhe faltava. 

Faz sentido para ti? Deixa o teu comentário… 

Lembra-te sempre: decisão e ação são os primeiros passos para uma vida feliz e abundante.

Desejo-te um dia maravilhoso.

A Tua Mentora

8 thoughts on “Sem forças para viver assim… E agora???Uma história real onde a Força interior vence”

  1. Paula Maria Moreira Dias Pires Valente

    É claro que faz todo o sentido Márcia. Se deixarmos de ficar no negativo e focarmo-nos naquilo que são, as soluções, aquilo que nos vai fazer para poder mudar é claro, pondo ação, é logo um grande incentivo para tudo começar a fluir.
    Para a Maria, parabéns! Mulher vitoriosa!

    O CRIA dá-nos muitas ferramentas, muita motivação e novo olhar. Claro que a mentora, Márcia, tem uma forma fantástica de nos levar a uma mudança, quer, pela exposição de toda informação, quer pela própria informação que escolhe. E principalmente o apoio constante e disponibilidade para os alunos, cada um com sua necessidade. Gratidão Márcia, por tdo. Sinto mudança SIM. E segurança.

  2. Belosinda Ferreira

    Parabéns á Maria por ter tomado a decisão de ser Feliz e Abundante!
    Parabéns também pela sua transformação…com a Mentora que temos o resultado só podia ser esse..
    Parabéns Márcia pela tua Dedicação a todos os alunos do cria …o acompanhamento na comunidade..as ferramentas que nos das…somos umas sortudas em te ter nas nossas vidas…que continues sempre a brilhar e a mudar a vidas das pessoas,
    um grande beijinho para ti do
    Belosinda Ferreira

  3. Patrícia Prates

    Espetacular! O CRIA mudou a minha forma de ver a vida também. Hoje estou a ter varias formações em areas completamente diferentes daquela que eu julgava unica para mim. Meu Deus! Quanta coisa mudou!

    1. Muito obrigada pelo seu comentário querida Paula. É sempre muito bom saber que está desse lado e que faz sentido aquilo sobre o que escrevo. Um beijinho e um dia muito feliz

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *